Notícias

Diário de Arqueologia: Fortaleza de Tempéstia

Diário de Arqueologia: Fortaleza de Tempéstia

Nossos melhores exploradores da Gazeta de Guilenor fizeram uma "visitinha" ao centro de exames e (em uma série de eventos hilários e improváveis que não vamos detalhar aqui) conseguiram acesso ao diário de arqueologia do Professor Tony! Vamos dar uma espiada...

Erysail, 6 de invernubro

Finalmente! Graças à nossa missão bem-sucedida em Anacrônia recebemos mais uma parcela de investimentos. Enfim podemos praticar a verdadeira Arqueologia! Infelizmente tivemos um sem fim de pedidos incoerentes no passado, com gente pedindo para escavar o canteiro do vizinho ou investigar adegas de pousadas. Besteiras!

Mas este parece diferente, um desafio de fato.

Tudo começou quando recebemos uma carta daqueles excêntricos do Templo de Ikov. Aparentemente, eles descobriram uma incomum estrutura parecida com um portal e produzida pelos aviansie, entalhada com a palavra "Tempéstia". Quando a mostrei à nossa especialista, Gee'ka, ela quase não se conteve!

Parece que "Tempéstia" faz referência à Fortaleza de Tempéstia, uma fantástica cidadela flutuante que já foi lar dos inventores aviansie mais brilhantes. Imagine em que tipo de tecnologia aqueles inventores emplumados vinham trabalhando!

Infelizmente, no auge da Guerra dos Deuses algo terrível aconteceu e a Fortaleza de Tempéstia foi pelos ares, sem sobreviventes. Não importa o custo, devemos descobrir exatamente o que aconteceu para reduzir o grande laboratório de Armadyl a uma pilha de escombros voadores - e, assim, deixar descansar as pobres almas perdidas na explosão.

Parece que vamos precisar de uma atitude bem inventiva se decidirmos prosseguir com esta escavação. Se a Fortaleza de Tempéstia for de fato acessível, ela ainda estará flutuando vários quilômetros acima de Guilenor - e duvido muito que exista um caminho perfeitamente demarcado para seguir enquanto estivermos por lá! Por sorte, tenho um plano sagaz...

Se a Fortaleza de Tempéstia está de fato por trás da tecnologia utilizada na Guerra dos Deuses, aposto que vamos encontrar muitos segredos e personalidades interessantes. Devemos fazer menção especial a um cientista aviansie chamado "Uivo", que aparece em muitos materiais preliminares que recolhemos. Minhas fontes dizem que esse é certamente um codinome, portanto o tal "Uivo" deve ter sido um sujeito bem esquivo mesmo em vida.

O que sabemos é que a pesquisa de Uivo envolvia algo chamado "eterium", que ele usou para cria sua magnum opus - me pergunto o que seria? Os poucos trechos que conseguimos reunir terminam por aí; imagine só todo o conhecimento científico que podemos adquirir encontrando o resto! Só de pensar nisso já fico com vontade de sair pulando de alegria por aí.

Droga, acho que a Reiniger está me chamando. Quanto antes terminarmos com este monolito misterioso, mais rápido podemos passar para explorações realmente empolgantes!

Hum, esse diário realmente valeu o esforço dos nove exploradores sacrificados na tentativa de obtê-lo, mas ainda restam muitos mistérios. Para ver todas as informações que obtemos até agora, dê uma olhada no Portal de Arqueologia. E fique atento para o próximo diário de Arqueologia, que descreve um lugar chamado Guerrópolis! Tony parece muito empolgado sobre ele. Até a próxima, aventureiros!